domingo, 22 de agosto de 2010

Um passeio por Cinque Terre

Ciao, amigos!

Essa noite eu dormi muito bem! Fazia um tempo que eu não dormia em cama de casal. O mais chato de viajar sozinha é ter de dormir em cama de solteiro, ainda mais depois de tantos anos acostumada a dormir naquela cama enorme só pra mim!
Acordei 10 horas, tomei café no apto e fui explorar as outras vilas. Comecei pela “Via dell'amore”, uma pequena trilha de 1 km à beira mar margeando o penhasco que liga Riomaggiore a vila seguinte chamada Manarola. A vista é linda! Esse caminho tem esse nome porque os casais apaixonados colocam ali seus nomes em cadeados para nunca mais se separarem. É romântico. Há um túnel com espaço nas paredes para os casais escreverem seus nomes e diz a lenda que o casal que escreve seu nome ali fica junto para sempre.




Depois de mais ou menos 30 minutos de caminhada, chega-se a Manarola, uma vilazinha bem parecida com Riomaggiore, mas com uma praia que tem uma espécie de piscina natural formada pelas pedras. Dizem que é em Manarola o melhor mergulho da região. Pelo que vi do mar, eu não duvido.


A vila seguinte chama-se Corniglia, mas resolvi pulá-la e ir, de trem, até a próxima chamada Vernazza. Comprei o “Cinque Terre Card” para um dia, custou 8,50 e dá direito a viagens de trem por todas as vilas da região, à entrada na Via dell'Amore e ao ônibus turístico que passeia em cada uma das cinco vilas (,as esse eu não usei). Vernazza é maior que as outras vilas e é bem bonitinha. Com uma praia de pedra e um mar lindo! Subi até o Castelo Dorian, de onde se tem uma vista privilegiada. Tirei várias fotos! Almocei em Vernazza. Comi bruschetta mista como entrada (mas a de Campos do Jordão continua sendo imbatível!) e pizza marguerita. Gostoso.



De lá, peguei o trem para a última das cinco vilas chamada Monterosso al Mare. Ela é praticamente só orla e é a que mais se parece com a ideia que nós, brasileiros, temos de praia, pois há uma pequena faixa de areia onde as pessoas colocam suas barracas de praia. Essa é livre e não é preciso alugar um espaço para curtir o sol. Contudo o sol, a essas alturas, já estava muito forte (pelo menos pra mim que não estou acostumada) e achei que era hora de embora.


Peguei o trem em Monterosso e depois de uns 40 minutos estava em Riomaggiore. Passei no mercado para comprar o jantar e fui para o apto pois estava cansada de andar o dia inteiro no sol, ainda mais subindo e descendo penhasco, escada e afins...
Foi bom porque pude ver o maravilhoso pôr do sol aqui da varanda do apto. Uma beleza! E fui arrumar minha mala para ir embora de volta para Milão amanhã, onde vou apenas pernoitar até segunda-feira para poder pegar meu trem de volta à Paris! Ah, Paris! Não vejo a hora de retornar à organização francesa! Estou cansada da Itália.


Estive em 6 regiões italianas e em 9 cidades diferentes (Lombardia- Milão; Vêneto- Veneza; Toscana- Firenze, Lucca e Viareggio; Lazio- Roma, Campania- Napolis e Pompeia ; Ligúria- Cinque Terre), isso porque não estou contando Verona pois só passei duas horas lá e porque estou contando as Cinque Terre apenas como uma cidade, já que fazem parte da mesma comunidade. Acho que depois disso tudo eu pude ter uma boa noção de como é a Itália e posso ter a certeza de que não quero voltar tão cedo. A não ser a Veneza, mas essa é um caso à parte! Veneza é especial demais pra mim e está nos meus planos retornar a ela com o meu amor, porém, tirando Veneza que faz parte de um universo paralelo, não pretendo mais voltar à Itália em breve. A comida é boa; as pessoas são simpáticas; a língua é, relativamente, fácil de entender, mas tudo aqui é parecido demais com o Brasil. Muito desorganizado para o padrão que eu considero como europeu. Gostei da Itália, mas não o suficiente para querer retornar (espero que o leitores desse blog não resolvam me crucificar por dizer isso!) e não vejo a hora de voltar a Paris, onde realmente me sinto na Europa. Vou aproveitar minha longa estadia para conhecer outras cidadezinhas da França e poder ter uma noção maior e melhor do país, pois até agora só conheço Paris, Vernon e Yvoire. Quero aproveitar ao máximo, pois dificilmente farei outra viagem desse tamanho à Europa novamente.


Arrivederci!

7 comentários:

Ivy Gomide disse...

Karlinha minha linda, ninguém vai pressiona-la a nada. Afinal gosto é gosto.Felizmente viu? Estive em Roma, Verona, Firenze, Veneza, S Giminiano, Siena, Maróstica, Bassano e Vasltagna em Janeiro( TUDO NA ITÁLIA). E aviso aos leitores deste fantástico blog( rico em detalhes pois a Karla é muito mais detalhista do que eu..),eu amei Roma, Veneza e San Giminiano. Gostei de Firenze, mas não achei extraordinária. Voltarei lá no proximo ano apenas pra ir a Pisa que não fui...
Veneza querida é realmente um paraiso à parte, mas Roma é história viva, preciso voltar ao Palatino, a fontana di trevi e outros mais...Vou a Verona tbém pra desfazer o mal entendido que vivi por lá... qro rever aquela rua de mármore de carrara ( única da minha viagem, linda!). Vc tem todo direito e liberdade de fazer suas escolhas.Eu acho Paris bonita, mas não a acho tão organizada como vc fala. Querida, quem te diz isto é uma virginiana nata.Como já disse, a única city que não fez minha cabeça foi Madrid.rsrs.. pq é organizada demais! Me senti numa cidade montada a régua, limpa e funcional. C'est la vie... ainda bem que a pessoas não são xerox uma das outras.
Vc está linda nas fotos, esbanja felicidade.

bjs

ilma disse...

Gosto é coisa única. Ainda bem...senão para mim seria uma chatice tudo igual rsrsr Gostei de voce nas fotos.
Bjs de viajante

Anônimo disse...

Não precisa se desculpar por não ter achado a Itália essa cocada toda, estive em Paris em agosto de 2012 e não gostei,achei suja, povo antipático, os museus adorei,mas fora isso foi uma decepção. Em 2013 pretendo ir até a Itália e quem sabe concordar ou não da sua opinião.

Verõnica

Karla Gê disse...

Verônica,
Eu sempre achei que certos lugares eram uma unanimidade entre viajantes, mas depois dessa viagem à Itália, vi que não era bem assim...rsrsrs
beijos

Suely disse...

Karla
Eu adoro a França, amo Paris, só penso em voltar lá. Quero conhecer a Itália, a Fontana de Trevi, Pompéia, Firenze, Veneza, etc...Fui a Yvoire, só que fui de barco, amei. Geneve é legal, mas não voltaria. Adoro Londres, Lisboa, porém Paris pra mim é paixão, não troco por nada.

Karla Gê disse...

Pois é, Suely! Paris tbm é minha paixão! Acho que deu para perceber, né, afinal todas as vezes que vou à Europa PRECISO ir a Paris!!! Amei demais Veneza!!É uma cidade de sonho! E Florença é linda, mas Paris ainda é meu grande amor europeu!! Bem vinda ao clube! rsrs
beijos

Pedro Pereira disse...

Impressionado pela sua paixão pelas viagens e a sua descrição. Adorei!