terça-feira, 26 de julho de 2011

Retorno a Barcelona em um palácio musical

Hola, amigos!

Fomos embora de Madri hoje de manhã. Pegamos o trem rumo a Barcelona às 10h30 e chegamos pontualmente às 13h20. Novamente pegamos táxi até o hotel e só deixamos as malas, pois queríamos ver o “Palau de la musica catalana”, uma casa de espetáculos que só tinha visita até as 15h30.
O lugar é lindo! Só se pode entrar comprando a visita guiada (há em duas línguas: espanhol e inglês) que custa 12 euros (tivemos 20% de desconto com o cupom do ônibus turístico), um valor um tanto alto para um lugar onde não se pode tirar nem sequer uma fotinho sem flash!
De qualquer modo, a visita é muito interessante, pois conta a história da fundação desse palácio, criado pelo arquiteto, rival de Gaudí, Domènech i Montaner. A obra foi iniciada e 1906 e em 1908 já estava aberto ao público. Essa sala de concertos foi erguida sobre as ruínas de um antigo monastério, por isso, a perspectiva da rua fica comprometida já que é difícil tirar fotos com a distância devida.
A sala principal tem um teto de vidro com uma cúpula invertida que faz com que a luz natural possa entrar, assim como os vitrais que revestem as paredes das laterais do prédio. Tudo muito detalhado, como todas as obras modernistas de Barcelona. A guia nos disse que as paredes onde eu achava que era mosaico, na verdade são feitas com uma técnica chamada “Trancadis”, técnica catalã que permite que os pedaços de vidro e cerâmica sejam colocados em qualquer posição sem importar se eles estão ou não trincados. O efeito é lindo e é um pouco complicado explicar o interior das salas sem fotos, por isso, quem for a Barcelona deve visitar esse Palácio e tirar, assim, suas próprias conclusões.



Dali fomos comer no Mc Donald's, pois tínhamos desconto! E embora não fosse o ideal gastronômico de comida, era o que nosso dinheiro permitia já que Barcelona é uma cidade muito cara, então qualquer desconto em uma viagem mais econômica é sempre bem vindo. Voltamos cedo para o hotel. Amanhã vamos conhecer mais algumas obras de Gaudí e terminar assim nosso circuito pelo modernismo catalão.

Hasta Luego!

VIAGEM REALIZADA EM JULHO DE 2011