quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Chocolates em Bruxelas


Bonjour!
Ir à Bélgica e não provar seus deliciosos chocolates é quase uma heresia! Esse é o país que tem o chocolate considerado como o melhor do mundo! Tudo bem que os suíços levam a fama, mas de fato, os chocolates belgas são especiais. E o melhor é o cheiro! Quando se chega a Bruxelas, pode-se encontrar qualquer chocolateria de olhos fechados, apenas pelo olfato...isso sem falar no capricho com que as lojas são arrumadas. Em algumas delas eu me sinto como o Willy Wonka, da Fantástica Fábrica de chocolate.
Chocolate é uma cultura tão forte na Bélgica que há dois museus do chocolate, um em Bruxelas e um em Bruges. Visitei o da capital e é uma orgia tanto visual, quanto olfativa e palatal. O museu fica em uma casinha meio escondidinha na Rue Tête d'Or , que é uma das ruas que saem da Grand Place, bem na lateral esquerda do Hotel de Ville. Do lado de fora a gente não imagina o quanto aquilo lá dentro é grande! E mais: o quanto é rico! A Bélgica preserva muito sua cultura e tudo dentro do museu é bem cuidado.
Logo ao entrar recebemos um biscoito típico chamado “Speculos”, a base de amêndoas, que é banhado em uma fonte onde o chocolate está sendo derretido. Ali começa nossa aventura pelo museu. Logo adiante nos deparamos com a cozinha, com mobiliário antigo e alguns moldes variados onde o chocolate derretido é colocado para virar bombom. Um confeiteiro vem nos explicar o processo pelo qual o chocolate tem de passar até virar aquelas coisinhas lindas que vimos nas vitrines e ali mesmo ele nos dá mais uma prova de um finíssimo coração feito com chocolate amargo. Delicioso!


Mais para dentro do museu vamos descobrindo de onde vieram os primeiros chocolates, que os Maias usavam o creme extraído do cacau apenas em festas reais ou religiosas, que o açucar só foi adicionado a essa pasta na Europa e que a indústria do chocolate no mundo é muito mais importante e importante economicamente do que nós, brasileiros, podemos imaginar!
Subimos para o segundo andar do museu para descobrir como os escravos foram fundamentais na cultura de cacau e como era cultivava ( e ainda se cultiva) essa fruta nos países da África.
Há outras coisas curiosas como uma escultura feita de açucar que é tão perfeita que parece de louça!

..A louça usada pelos nobres para tomar chocolate quente...


...E umas lindas caixas de bombons comemorativas com fotos da família real belga e tudo!

Depois vemos um quadro com as chocolaterias mais famosas na Bélgica como a “Godiva” (Caríssima!!!), a "Leonidas" e a “Port Corne d'Or”, ambas deliciosas.
Ao sairmos, ainda pode-se provar (ou “re-provar”) três qualidades de chocolate, um amargo, um branco e um ao leite. Foi realmente uma visita deliciosa!
A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM AGOSTO DE 2009

2 comentários:

Anônimo disse...

TUDO BOM? ESTAVA PROCURANDO INFORMAÇÕES SOBRE A BELGICA E ACHEI SEU BLOG.AMEI! GOSTO DE LINGUAGEM DESCONTRAÍDA. ALGUMAS PESSOAS TEM BLOGS MUITO FORMAIS, EM RESUMO CHATOS, PARECENDO ENCICLOPÉDIA. AMO CHOCOLATE, NÃO VEJO A HORA DE IR PARA BRUXELAS COMER MUIIITO CHOCOLATE COM PURO CACAU!ADOREI. SU

Karla Gê disse...

oi, Su!!!

Obrigada pelo elogio!
Vc vai amar a Bélgica, o que não falta lá é chocolate para todo lugar que se olhe! E o cheirinho é maravilhoso! Curta muito sua viagem, espero que as dicas do blog te ajudem. Depois volte aqui para contar como foi!
beijos