sábado, 9 de abril de 2011

Saudade




Olá, amigos!!

Ando com saudade de Paris, com saudade de Veneza, com saudade de viajar...mas acho que estou com saudade da liberdade que uma viagem sozinha me proporciona. Viajar sozinha tem inúmeras vantagens: você faz tudo no seu ritmo, sem se preocupar com ninguém. Acorda a hora que quer, planeja e replaneja o dia à medida que as vontades de ir ali ou acolá vão surgindo, come o que quer, na hora que quer e SE quiser!
Ouve a música que quer no MP3, fica no computador o tempo que achar que deve, passa nos lugares que quer e olha os museus do jeito que acha melhor, sem ter de se deter em uma obra que não interessou ou ficando mais de meia hora em frente a um quadro que ama.
Viajar sozinho só tem duas desvantagens a meu ver: não há ninguém para registrar que você esteve ali nas suas fotos e, a não ser que você seja cara de pau e peça a desconhecidos para tirarem fotos suas (que nem sempre ficam boas!), você não terá muitas fotos com a sua presença diante dos monumentos e paisagens mais interessantes que visitou.
A outra desvantagem é a conversa. Pode ficar chato passar muito tempo sem ter com quem compartilhar o que está vivendo, contudo, eu resolvi esse problema blogando e tendo o retorno dos meus amigos e leitores em tempo real, além disso, sempre que eu ouvia algum brasileiro conversando, me metia e começava a conversar também. Aliás, brasileiro tem essa característica quando viaja sozinho: não pode ouvir português que já quer logo virar amigo de infância da pessoa. Eu era meio cara de pau mesmo, mas nunca excedia os 15 minutos de conversa. Algumas vezes levei foras, mas na maioria, todos estavam querendo compartilhar suas vivências também.
Tirando isso, só vi vantagens em viajar sozinha e estou com saudade disso. Não é que eu não goste de viajar acompanhada (que isso fique bem claro!), mas acho que, vez por outra, preciso dessa liberdade de sair pelo mundo (nem precisa ser para longe, pode ser até  para São Paulo) e ver tudo no meu ritmo, do meu jeito, comigo mesma.
Nem sei explicar por que inventei de fazer esse post hoje, mas acho que, como  minha vida pessoal anda passando por turbulências, acabei lembrando de como foram prazerosas as viagens que fiz comigo.
De qualquer modo, sou uma defensora das viagens solo! Acho que, ao menos uma vez na vida, as pessoas deveriam ter o prazer e o direito de viver essa experiência!

Até!

4 comentários:

Blower's Daughter disse...

Karlinha, entendo vc. É importante ter momentos sozinhos, fazendo aquilo que nos apraz. Eu nunca viajei sozinha, pretendo um dia, mas só de às vezes ir ao cinema sozinha ou fazer qualquer outro programa sozinha, me faz bem.
Bjokinhas!^^

Gloria disse...

Amiga, bem te entendo... Liberdade é algo tb muito importante no meu vocabulário diário... Um dia talvez tente uma viagem solo... Bjsss

patty pimentinha disse...

viaje então! Mas volta tá! rs
A gente viaja na sua viagem e é mó barato...
Aí... mó viajem...rs
fica com a luz
beijok's

Ivy Gomide disse...

Oi eu compreendo vc perfeitamente, mas ainda acho que viajar acompanhada é mto melhor. Gosto do clima de zoação, das brincadeiras e das trocas e acho ainda que podemos sair e fazer programações solos se em que não sei pq, mas quem viaja comigo sempre curte entrar na minha programação...rs