sábado, 31 de janeiro de 2009

Verde que te quero ver

Hola, amigos!

Buenos Aires é uma cidade cosmopolita, não há dúvida, contudo, um ar bucólico se instala em pequenos recantos de área verde preservados. São bosques, praças e parques onde se pode respirar um ar mais puro, esquecer um pouco da correria do dia-a-dia e relaxar ouvindo o barulho do vento nas árvores, o canto dos pássaros e vendo a beleza da flora. A maioria desses lugares se encontra em um bairro antes pantanoso que fora convertido em um bairro residencial cheio de jardins. Seu nome é Palermo.
É ali que está o Jardim Bothânico, criado por Carlos Thays, um francês radicado em Buenos Aires que se tornou um orgulho porteño. O jardim é enorme e possui várias estátuas em estilo grego...





...além da réplica da Loba Capitulina, aquela onde Rômulo e Remo (fundadores da cidade de Roma) mamaram quando meninos. A réplica foi um presente romano aos argentinos e tem lugar de destaque no jardim.





Ao lado desse jardim, escontra-se o Bosque de Palermo, também criação de Carlos Thays, inspirado no Bois de Boulogne de Paris. É dentro desse bosque que está um jardim das rosas, conhecido como El Rosedal...



...e o pátio andaluz...


...e o lago onde andamos de pedalinho. Aliás, vivemos uma aventura a bordo daquele pedalinho, pois ao tentarmos contornar a ilha que ficava no meio do lago, encalhamos em um barco afundado e não conseguimos mais sair.
Estávamos eu, Vinícius, Filipe e Sushi e naquele momento só nos restava rir da situação. Em dado momento ouvimos o número do nosso carro ser chamado pelo microfone. Era hora de voltarmos, contudo não conseguíamos sair dali e começamos a berrar:
- Por favor, Ayudanos! No podremos salir!
Foi muito engraçado ter que pedir socorro numa outra língua, ainda mais por um motivo tão bobo! Não sabíamos se ríamos, se lamentávamos, se colocávamos a culpa em alguém ou se apenas aproveitávamos mais alguns minutos ali naquele lugar tão bonito! Certamente foi uma aventura inesquecível e rendeu lindas fotos!




Ali bem perto há também o Jardín Japonés, muito bem cuidado e cheio de pontes, lagos e totens para se tirar fotos.





Outro lugar onde fui tentar encontrar um pouco de verde em meio à cidade foi na Reserva Ecológica Costañera Sur, que fica em Puerto Madero. Ali está a escultura conhecida como "Fuente de las Nereidas" ou "Fuente Lora Mora", o nome de sua escultora, que foi a primeira mulher a se tornar escultora na Argentina. Essa fonte causou furor na época pela nudez ali retratada. É lindíssima!





Ir a Buenos Aires é conhecer além do seu aspecto urbano também o seu aspecto silvestre. Quem vai deve ir a pelo menos um desses parques e explorar o lado mais bucólico de uma cidade que não dorme.

Hasta Luego!

VIAGEM REALIZADA EM JANEIRO DE 2009

2 comentários:

Alcyone Coelho, disse...

Vim aqui te conhecer uma vez q vc já me "conhece". Muito prazer! rs
voltarei sempre, adoro saber de coisas e lugares!

Eliane disse...


Oi Karlinha ... Fomos no El Rosedal e Jardim Japonês no Bosque de Palermo ... lindos , amamos ... e em outro dia TENTAMOS chegar à Reserva Ecológica Costañera Sur , acho que entramos pelo lugar errado ... só chão , chão e mato ... nem chegamos perto do rio , da fonte então ... rsrsr fica pra outra . Bjsssss