domingo, 14 de julho de 2013

Uma deliciosa escapada à Suíça

Bonjour, amigos!

Um dos passeios mais bacanas que fiz quando estive na Suíça em 2010 foi o passeio do Trem do Chocolate. Foi tão bom que resolvi repeti-lo na viagem desse ano. O esquema que usei foi o seguinte: Com 3 meses de antecedência da viagem, entrei no site http://www.goldenpass.ch/CMS/default.asp?ID=414    e comprei online a reserva. Imprimi e levei esse papel que vale como passagem (não é voucher, portanto, não precisará ser trocada). No dia escolhido fui até a estação de trem de Montreux (chegue sempre com uns 15 minutos de antecedência) e, da plataforma 7, saiu o trem. Pode até ser que você dê a sorte de conseguir comprar lá, na hora, mas acho bem pouco provável. Como a Suíça não é um destino em que os brasileiros costumam passar muito tempo, é melhor garantir seu passeio antes de sair do Brasil.
Ao fazer a reserva, clique em “Montreux” como estação de partida e “Broc-Chocolat” como estação de chegada. Se puder, escolha os lugares do trem que aparecem na parte superior do desenho, pois a vista é mais bonita. É sempre bom lembrar também que esse passeio só acontece entre maio e outubro (toda segunda, quarta e quinta. Em julho e agosto o trem sai todos os dias da semana). A passagem custa 99 francos suíços atualmente e é bem tranquilo de comprar com cartão de crédito, desde que seja internacional.

O passeio já começa pelo próprio trem que é todo em estilo Belle-Époque, com poltronas acolchoadas com tecido em veludo, muitos adornos dourados e janelões bem grandes para se apreciar a vista. Ali será servido um café da manhã, incluído na tarifa. Você pode escolher entre café com leite, chá ou ovomaltine. Acompanha um croissant de chocolate e um pequeno tabletinho de chocolate da fábrica que mais tarde será visitada.

Interior do trem

vista 

café da manhã servido no trem
De Montreux se vai subindo até a Fábrica de queijo Gruyére, onde se visita a fábrica (ingresso e audioguia incluídos. Não tem em português, mas há a possibilidade do espanhol). A visita é relativamente curta. Ali pode-se ver como são feitos os famosos queijos Gruyére e vemos também como são tratadas as vacas que dão o leite para fazer esse queijo, assim é possível entender porque eles são tão caros. No fim, há uma lojinha com degustação e onde pode-se comprar diversos tipos de queijos (dica: não compre chocolates ali, pois na fábrica de chocolates eles são mais variados e mais baratos!)


Dali, pega-se um ônibus para a cidade de Gruyéres. Tecnicamente essa é a parada para o almoço. Fica-se umas duas horas na cidade, tempo suficiente para se conhecer as ruazinhas cheias de flores, as lojinhas repletas de souvenirs, o castelo de Gruyéres, cujo ingresso também está incluso no passeio, basta apresentar a passagem na bilheteria do castelo. Uma curiosidade: Há folheto explicativo em português explicando as mais de 20 salas que compõem o castelo. A vista é fantástica! Vale muito a visita. Além de tudo isso, ainda dá tempo de comer um crepe numa lojinha que fica bem na entrada da cidade, ao lado de uma escadinha simpática.

vista a partir do Castelo de Gruyéres

castelo de Gruyéres

Cidade de Gruyéres

Vista da cidade com o castelo ao fundo
Depois, pega-se novamente o ônibus e se vai até a Fábrica de chocolates Cailler-Nestlé, onde se pode optar pela visita em inglês, francês ou espanhol. Ingressos inclusos também. A visita pela fábrica é divertida, cheia de efeitos especiais e creio que seja um bom passeio para ser feito com crianças mais velhas (na faixa dos 10, 12 anos), desde que elas já possam entender o idioma.
No fim do passeio há a degustação. São mais de 20 tipos diferentes de chocolate para serem experimentados. Dica: preste atenção nos que você mais gostar, pois após a sala de degustação há a loja, onde se pode comprar todos aqueles chocolates maravilhosos. O preço é justo, levando em conta que é um chocolate suíço. Nada exorbitante. Na loja eles aceitam cartão de crédito e Visa Travel Money.


Dali já é hora de voltar. Pega-se o trem novamente e volta-se para Montreux pela mesma estradinha simpática.
Como eu achei Montreux uma cidade um tanto cara em termos de hospedagem, optei por ficar em um albergue em Genebra que fica a 1 hora de trem. Mesmo com a passagem, ainda saía mais barato que ficar em um hotel nas imediações da estação de Montreux. Fiquei no City Hostel Geneva (http://www.cityhostel.ch/spanish/index.html) , um albergue muito limpo e bem perto da estação de trem Cornavin, em Genebra. Já é a segunda vez que fico lá e recomendo muito pois é um albergue que tem tudo que se pode esperar (vale deixar claro que esse post não é patrocinado! Realmente conferi e gostei dos serviços desse albergue).
Para quem vai dar uma escapada à Suíça e estará na parte francesa do país, aconselho a fazer o passeio do Trem do Chocolate, pois é uma maneira bem divertida e gostosa de conhecer um pedacinho desse país tão bonito!

A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM JUNHO DE 2013

9 comentários:

Cris Organizer disse...

Oi, Karla, to seguindo você,rsrs. Adorei a matéria, vou postar no meu facebook,ok. Lindo passeio, conheço pessoas que irão gostar demais do seu blog. Obrigada por compartilhar suas viagens. Mande um beijo pra sua mãe e diga que vou aparecer pro cafezinho.
Bjos.
Cris.

Karla Gê disse...

oi, Cris!

Obrigada por seguir o blog! E repasse o link para seus amigos que irão gostar! Quanto mais gente lendo e interagindo com o blog, melhor ele vai ficando!
beijos

Fernanda Diniz disse...

Karla, adorei seu blog!
Acabei de me mudar pra Suíça e ele me ajudou muito a encontrar passeios legais aqui!
Fiz um blog pra mim também e agora estou "seguindo" o seu através dele.
Parabéns pelo blog e por tantas viagens lindas!
Se quiser conhecer meu blog, o endereço é nandadinizensuisse.blogspot.ch
Abraços e obrigada!

Fabris disse...

Olá Karla, como vai? Encontrei seu blog através de uma pesquisa pelo trem de chocolate da Suíça, e após ler seu post só atiçou ainda mais a vontade de conhecer. Uma dúvida, no valor pago pelo trem já está incluso ida-e-volta de Montreux? Qto tempo dura o passeio?
Abraços e obrigado,
Fabrício

Karla Gê disse...

oi, Fabrício!
Sim, nesse valor está incluído a ida e volta de Montreux, a visita à fábrica de queijo, a visita ao Castelo de Gruyéres e a entrada na fábrica de chocolate na língua que vc escolher na hora (inglês, francês ou espanhol), além do café da manha que é servido na ida dentro do trem. O passeio todo dura o dia inteiro (de 9h às 17h) e é bem bacana. Escolha o lado esquerdo do trem, quando for comprar a passagem porque a vista é mais bonita. E leve uma boa máquina fotográfica!
Obrigada por ler o blog!
beijos

Mel disse...

Olá Karla!
Estou tentando comprar o passeio para o trem do chocolate, mas estou com algumas dúvidas. Será que vc pode me ajudar?
Clico passagem de Montreaux para Broc e aparecem 2 trechos:
Montreux (08:57) - Montbovon (09:46)
Montbovon (09:56) - Broc-Chocolat (15:40)

É isso mesmo?
Obrigada,
Melina

Karla Gê disse...

oi, Mel!

Vc tá tentando comprar pelo site que eu postei aqui ou pelo site de passagens comuns?
Tem de ser pelo site escrito nesse post pq daí já cau direto na parte do "trem do chocolate"
Quando vc abrir a reserva, vai aparecer uma caixinha escrito "De"...., onde vc vai escolher apenas "Montreux" (atente para o fato de que o nome da cidade fica logo em cima nas escolhas e não na letra "M" como seria o mais normal) e em "A"...., vc coloca "Broc-chocolat". Foi desse jeito que eu comprei, sem nenhuma parada em Montbovon. Provavelmente esse trecho que vc tá vendo não é no trem do chocolate que eu fui, é um outro trem que te leva a Broc ,mas sem ser pelo passeio mais bacana.
Tente do jeito que eu falei e depois venha contar se deu certo!
Obrigada por ler o blog!
beijão e aproveite muito a Suíça!

Mel disse...

Oi Karla!
Obrigada pela atenção!
Eu tentei comprar exatamente como vc me disse, por esse site que vc postou mesmo!
Sai de Montreux às 08:57 e chega em
Broc-Chocolat às 15:40.

Mas se vc clicar no "i" ao lado do nº do trem, verá que chega em Montbovon às 09:46 e sai de lá
09:56, chegando em Broc-Chocolat às 15:40.

Mas não há a opção de volta, nem fala de Gruyeres, nem nada. Por isso fiquei na dúvida!!

Karla Gê disse...

oi, Mel!
É verdade! Eu nunca tinha visto isso! Mas creio que o passeio seja o mesmo, pois foi dessa forma que comprei....o passeio é ida e volta sim. E, até onde sei, para em Gruyéres. Na verdade, a gente vai de trem até Gruyéres (fábrica de queijo) e depois de ônibus até a cidade, depois de ônibus novamente até a Fábrica de Chocolate em Broc e só aí pega o trem de volta pra Montreux.
Espero que seu passeio seja lindo! Venha contar depois!
beijos