sábado, 5 de setembro de 2009

Como aproveitar Paris gastando pouco

Bonjour!

Que Paris é uma das cidades mais caras do mundo não é novidade pra ninguém, contudo descobri nessa viagem que é muito possível gastar pouco em Paris. Existem programas maravilhosos que podem ser feitos gratuitamente, gastando, no máximo, uma passagem de metrô. Isso sem que você precise se programar para estar na cidade no primeiro domingo do mês, dia em que a maioria dos museus (como o Louvre, por exemplo) é gratuito.
Caso você não tenha dinheiro para subir o Arco do Trinfo, a Torre Eiffel ou mesmo a Notre Dame e queira ter uma visão de Paris de cima, poderá subir as escadas rolantes do Centre Georges Pompidou (metrô Rambuteau) de graça e ver a cidade lá do alto! A vista é linda e você pode observar, ao mesmo tempo, os meus dois monumentos preferidos: a Torre Eiffel e a Notre Dame. Com boa vontade, elas até saem juntas na mesma foto!



Ainda na Rive Droite, vc poderá ir até a Place des Vosges (metrô Saint Paul) para observar gratuitamente aquela bela praça com 36 casas simétricas. Ali, no número 6, morou o escritor Victor Hugo (aquele do "Concunda de Notre Dame", lembra?)  e sua casa se transformou em um museu muito bonito com entrada grátis.



Caso você seja uma pessoa interessada na história da França e, principalmente, na história de Paris, vale a pena dar uma passadinha no Museu Carnavalet, que fica bem pertinho da Place des Vosges. Esse museu, com entrada gratuita, conta a história de Paris e tem o seu segundo andar dedicado à Revolução Francesa, com chaves originais da Bastilha, armas usadas pelo exército de Napoleão, entre outras preciosidades. Reserve algum tempo para esse museu, pois ele não é pequeno.


E caso você queira aproveitar uma rede wi-fi gratuita é só levar o seu laptop para os jardins desse museu.
Se, em vez de museus, você prefere visitar Igrejas, existem muitas em Paris com entrada livre, às vezes você só paga para ver uma parte dela (como a cripta ou o Domo), mas mesmo vendo apenas o que é 0800, vale a pena visitar, ao menos quatro:

1- Notre Dame (metrô Saint Michel)- Esta é, na minha opinião, a igreja mais linda em que eu já entrei na vida! Não apenas por ser bonita, mas porque ela contém toda uma história para os amantes da boa literatura. Foi ali o palco do amor platônico de Quasímodo, o corcunda, pela cigana Esmeralda. Quando se entra na Notre Dame dá quase para sentir a aura desses personagens, que embora sejam fictícios, ganharam ao longo do tempo uma aura de realismo, da mesma forma que Romeu e Julieta.

2- Igreja Saint- Germain-des-Prés (metrô Mabillon)- Esta é a igreja mais antiga de Paris, construída em 990d.C. Descartes está enterrado lá. Mas a graça dessa igreja é observar seu interior escuro e tentar reviver, por alguns segundos,aquele tempo medieval.

3- Igreja de Saint Sulpice (metrô saint-sulpice)- Esta ficou famosa pelo livro do Dan Brow "O código da Vinci", mas, para mim, ela é importante porque foi lá que Victor Hugo se casou. Lá você encontra também murais de Delacroix e, diante da igreja, há uma belíssima fonte.

4- Igreja de Sacre Coeur (metrô Anvers)- É preciso fazer um certo esforço para se chegar lá em cima, pois são várias escadas. Se você não quiser gastar dinheiro com o funicular (1,70 euros para subir e outro tanto para descer), pode respirar fundo e subir os degraus que levam ao topo. De qualquer modo, você não irá se arrepender, pois, além da Basílica (que, segundo um amigo meu, é o "Taj Mahal parisiense"), há ainda a belíssima vista da cidade. Dá para se sentir dentro do filme "O fabuloso destino de Amélie Poulin" sem gastar quase nada! E depois, você pode caminhar um pouco e chegar à Place de Tertre, bem atrás da Sacre Coeur, onde estão vários pintores exibindo sua arte. Mesmo que não se queira (ou não se possa!) comprar nada, é um passeio que vale a pena, afinal, foi ali que grandes pintores, como Renoir e Pissaro, um dia já montaram seus cavaletes.

Pode ser que seu fraco não sejam igrejas e sim jardins. Nesse caso há muito para ver em Paris! A maioria de seus jardins têm entrada gratuita e pode-se ficar ali sentado em uma daquelas cadeiras observando o modo de vida parisiense. os três que recomendo são:

1- Jardin de Tuileries (metrô Tuileries)- Fica ao lado do Louvre. Dele você pode ter uma visão privilegiada, pois estará entre a pirâmide do museu e a Torre Eiffel. Ambiente extremamente agradável, principalmente para um piquenique (contudo, não é permitido sentar no chão, seu piquenique terá de ser feito nas cadeiras do jardim). É montada, nesse jardim, todo ano, uma Roda Gigante e, se vc não estiver com a grana muito apertada, vale a pena dar uma volta. O bilhete custa 6 euros e ela dá 5 voltinhas. A vista é deslumbrante, principalmente ao anoitecer!



2- Jardin de Luxembourg (metrô Luxembourg)- É um ótimo local para passear, ler, ficar observando o tempo...Florido, agradável e, no verão, nos finais de tarde, com alguma sorte, você ainda é surpreendido por algum show gratuito.



3- Jardins do castelo de Versalhes (RER C- Versailles Rive Gauche)- Como você deve ter lido nos post anterior, os Jardins de Versailles são muito bonitos e, se você gosta desse tipo de passeio, recomendo ir até lá tirar umas fotos, fazer um piquenique e passear pela propriedade. Tudo o que você irá gastar é a passagem de RER e o lanche que levar, pois a entrada para os jardins é gratuita.

Para coroar os passeios gratuitos, eu não poderia deixar de falar nela! A torre Eiffel! Não, a entrada da Torre não é gratuita! Mas vê-la de baixo é, cá entre nós, muito mais interessante que subir nela. O metrô mais perto é o Trocadéro ou o RER Champs de mars. Observar aquele monumento gigantesco não custa nada além de uma percepção diferenciada do conceito de beleza. Há muita gente que acha que a torre não passa de um amontoado de ferro...mas com olhos de viajante, aberto à novas culturas, a novos hábitos e a gostos diferentes, certamente você será capaz de se emocionar quando aquele monstro de ferro começar a piscar as 22h!


Há ainda uma infinidade de artistas que mostram sua arte pelas ruas e pontes de Paris. São malabaristas em corda bamba; homens que brincam com fogo; ciganas que apresentam suas danças; rapazes que dão show sobre patins; solitários tocando um triste saxofone ou grupos alegres cantando músicas folclóricas no metrô...enfim, tantos que nem teria como eu colocar todos aqui nesse post. Em geral as pessoas dão algum dinheiro, pois na Europa, tudo isso é valorizado e os artistas conseguem viver apenas da sua arte. Mas, se você não tiver nenhum dinheiro para dar, pode ver os shows que ninguém vai olhar pra vc de cara feia só porque você não contribuiu.
Paris pode ser uma das cidades mais caras da Europa, mas com um bom planejamento ela pode se tornar acessível a todos os bolsos. E o melhor: aproveitando ao máximo toda a essência dessa cidade tão linda!

A Bientôt!

VIAGEM REALIZADA EM AGOSTO DE 2009

6 comentários:

Blower's Daughter disse...

Karlinha!
Excelente post!!!
Nossa, dicas mtooo boas mesmo!
Paris é mesmo fantástica, qualquer pessoa pode vivenciá-la, aproveitá-la, respirá-la!
Ai, ai, é incrível, mas todaaa vez que eu leio algo sobre a Torre, eu me arrepio! Certeza que o dia que eu vê-la na minha frente, eu vou ter um treco, hahahaha! Aliás, qualquer canto de Paris que eu for, eu vou pirar, hahaha! Quem sabe eu até aproveito e apresento alguma coisa pelas ruas de Paris tb, já que lá eles valorizam a arte né! Pq aqui é difíciiil, hahaha!
Enfim, post mto bom, vale mtooo a pena ler seu blog! Primeiro pq vc escreve as coisas com carinho, com um certo cuidado, querendo transmitir mesmo as sensações e prazeres da sua viagem, isso faz com que o leitor se encante pelo texto. E segundo que vc explica, dá dicas, opiniões e fala sobre mtas coisas interessantes, ou seja, ajuda pra caramba quem ainda não conhece Paris. Melhor que mtos guias que tem por aí! ;)
Bjokinhaaas!!!^^

ilma disse...

Muito útil e interessante este post. Amei e com certeza vou aproveitar muita coisa.
Bjs de viajante
Ilma

Anônimo disse...

adorei as dicas, pretendo ir a paris no ano que vem mas ja comecei a me programar e me enterar de lugares e gastos pois fica caro .Amei suas dicas com certeza vou usa-las.
Muitoooooooooooooo obrigada.......
ass.claudia

Lidio disse...

Excelentes as dicas !!! Muito legal mesmo !!!
Para completar, seria ótimo se desse também uma listinha com opções de hotéis BBB (bom, bonito e barato)e bem localizados para o turista aproveitar ao máximo com despesa mínima.
Muito obrigado.

Eliane disse...

Muito bom, Karla!!!
Belíssima explanação, com ótimas dicas free e para todos os gostos!!
Mais uma vez, parabéns!!

Joao Bosco disse...

Parabéns! Já montei minha viagem.. não vou a Paris desde 1996 e já me atualizei com tuas dicas objetivas e importantes! Muitíssimo obrigado. 1 abraço,

João Bosco